11 Vícios que prejudicam o motor!
publicado em 24/06/2009


Se você tem hábitos de acelerar o carro antes de desligá-lo, ou mesmo ultrapassar a capacidade de carga permitida, a vida útil do seu veículo está comprometida.

Muitos motoristas não sabem que esses hábitos prejudicam o motor. Por isso, aqui vão algumas recomendações a serem tomadas no dia-a-dia.

O que você não deve fazer

1 - Não permita que o motor trabalhe em rotações muito baixas em marchas altas. O torque fica abaixo do necessário e compromete o propulsor.

2 - Não acelere o veículo desnecessariamente.

3 - Não ultrapasse o limite de passageiros ou de carga do seu veículo. Além de aumentar o consumo de combustível, isso causa um desgaste mais rápido na parte mecânica e na suspensão.

4 - Não deixe o motor "esquentar" com o veículo parado por muito tempo. A melhor maneira para atingir a temperatura ideal é colocar o veículo em movimento.

5 - Nunca desça uma ladeira em ponto morto porque a velocidade do veículo aumenta e os freios podem não conseguir pará-lo.

6 - Não fique com o pé no pedal da embreagem enquanto dirige. Esse vício causa a queima do disco da embreagem, além de prejudicar o rolamento e o volante do motor.

7 - Não segure o veículo na embreagem e no acelerador, enquanto você estiver parado numa ladeira, pois esse hábito prejudica o conjunto de discos e o platô, além de diminuir a vida útil da embreagem.

8 - Não acelere o veículo antes de desligá-lo. Nos veículos que possuem catalisador o perigo é maior porque a gasolina excedente fica dentro desse equipamento. Quando o veículo é ligado, ocorre uma explosão que danifica a cerâmica e os metais nobres do catalisador, além de diminuir o desempenho do motor e aumentar a emissão de gases nocivos.

9 - Não deixe que o nível de óleo ultrapasse o indicado no marcador. O excesso suja as velas e prejudica a queima de combustível.

10 - Caso seu veículo possua catalisador, não o faça pegar no "tranco". O combustível que não foi queimado se aloja no catalisador, aumentando o risco de superaquecimento do motor.

11 - Não permita o uso de qualquer tipo de óleo para pulverizar seu veículo, quando mandar lavá-lo. O catalisador trabalha em altas temperaturas e o contato com o óleo pode causar incêndio. E produtos à base de óleo de mamona ressecam a borracha, estragam as pastilhas e as lonas dos freios, além de propiciar o acúmulo de poeira e sujeira.


O que você deve fazer

1 - Ao descer uma ladeira, mantenha o veículo engatado.

2 - Quando chegar perto de um semáforo, tire o pé do acelerador e mantenha a marcha engatada; o motor diminui a velocidade e há economia dos freios.

3 - Nas estradas, assim que o veículo atingir a velocidade desejada, diminua a pressão do pé sobre o acelerador aos poucos para economizar combustível.

4 - Apenas verifique nível de óleo e de água no radiador quando o veículo estiver com o motor frio.

5 - O aparelho de som traz um número de fábrica (código de segurança), que está no manual do equipamento. Quando for trocar a bateria, é necessário saber esse número, pois você irá precisar dele para ligar novamente o aparelho de som.

6 - Mantenha o veículo em ponto morto quando você estiver parado em semáforos.

7 - Nunca "estique" a marcha em excesso, pois, além de gastar muito combustível, isso acaba entortando as válvulas e pode quebrar as bielas e até o bloco do motor.

8 - Tome muito cuidado quando for fazer ligação direta com cabos, em veículos com injeção eletrônica, usando como fonte de energia a bateria de outro veículo (técnica conhecida como "chupeta"). Ligue o veículo que vai fornecer energia, conecte primeiro os pólos positivos e depois os negativos à bateria. Deixe o motor funcionando de cinco a dez minutos em marcha lenta alta. O veículo que estiver recebendo a energia deverá permanecer desligado. Acione o motor apenas depois de já ter conectado os cabos. Caso não funcione e a bateria tenha que ser retirada, atenção: retire primeiro o cabo negativo, eliminando com isso a passagem de corrente e evitando problemas na parte eletrônica, que é bastante sensível.

9 - Acostume-se a dirigir com os vidros fechados. Isso diminui a resistência do ar e há economia de combustível.

10 - Respeite os intervalos indicados pelo fabricante para fazer as revisões.


fonte: Autoz

Compartilhe esta notícia: