Matérias sobre Vender e Comprar - Vender/Comprar
border
Venda de carro usado

Venda de carro usado por um preço justo está difícil!
publicado em 21/01/2009

 
 
 
 
Veja preço deste Ford Ka
 


Todo mundo sabe que quando um carro sai da loja, já começa a desvalorizar. Mas com a crise, a desvalorização está beirando o absurdo neste mês de janeiro.

Lojas não querem carro usado
Neste início de ano a mudança do mercado de usados começa a se cristalizar. Muita gente desistiu de vender o seu carro porque não concorda com os valores que são oferecidos. O lojista joga o preço lá em baixo porque não tem capital de giro para deixar o produto parado na loja. Comercializar carro usado hoje é um grande risco, ninguém sabe quando vai girar o estoque. Essa situação paralisa também o mercado de novos, já que o comprador de novo é aquele que acabou de vender o seu usado.

E pra completar, o IPVA está sendo pago com o preço de setembro, quando o mercado estava em alta, antes da crise.

Um Ford Focus de R$ 47 mil por R$ 27 mil
Fábio Nascimento, supervisor de treinamento, ficou indignado com a oferta feita em seu Focus 2007/2008, que pagou R$ 47 mil em outubro último. Como paga uma prestação de R$ 1.100,00, resolveu trocar o seu carro por um mais barato, assim diminuiria a mensalidade. Desistiu. Ofereceram R$ 27 mil no seu carro. Ele diz:

Não vou mais vender o carro. Prefiro continuar com a prestação alta, mas não perder este dinheiro.

Lojas compram seu carro barato, mas vendem caro
O pior é que o preço do carro usado, hoje, tem dois parâmetros: um para quem vai vender, outro para quem vai comprar. Na hora de vender o preço está lá em baixo, em alguns casos a oferta é de 50% da cotação no mercado. Mas se você quiser comprar então sim, neste caso, ele custa quase o preço da tabela.

Lojistas querem passar desvalorização para consumidor
O presidente da Fenabrave - Federação Nacional da Distribuição de Veículos, Sérgio Reze, tem uma explicação para esta disparidade. Segundo ele ainda tem muito carro no estoque que foi pago um valor acima do que se está praticando agora. Muitos lojistas estão realizando prejuízo e por isso precisam pagar um valor mais baixo para fazer uma média na hora da venda. Isso está acontecendo com todo mundo. Se não fizer isso, o prejuízo é muito grande.

Reze admite que esta situação está causando problemas nas concessionárias quando o comprador quer dar o seu carro como parte de pagamento. Ele conta: tivemos casos de pessoas desacatar os funcionários, mostrando a tabela da FIPE. Parece que o comerciante está querendo aproveitar da situação, mas não é verdade. O carro usado é o único que tem seu preço definido pelo mercado. Não se pode fugir disto.

Carro usado é o gargalo do mercado
Jackson Schneider, presidente da Anfavea - Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotivos confirma que o grande gargalo do mercado atualmente é o carro usado. Estamos discutindo o problema, mas sabemos que não será fácil encontrar uma solução. Sem a movimentação do carro usado, as vendas de novos caem.

André Caires, tem emprego fixo numa ótica e sempre troca de carro alegando que não pode deixar o carro ficar muito velho, senão a diferença de preço para um mais novo fica muito grande e aí não dá para trocar.

Em tempos normais este raciocínio pode ser correto, mas hoje a situação é bem diferente. Ele tem um Gol 2002 e resolveu comprar um novo. Foi até a loja e o melhor preço que lhe ofereceram foi R$ 18 mil. Por menos de R$ 22,5 mil ele diz que não entrega. Resumo da ópera: ele vai continuar com o seu carro até que as coisas entrem nos eixos e os juros fiquem menores.

Momento para quem tem dinheiro à vista
Lojistas dizem que este é o momento para comprar carro, se a pessoa tiver dinheiro na mão. A dica é pechinchar ao máximo. Outra dica é fazer a troca de usado com um outro usado, pois as duas partes estão numa mesma situação.

O médico Fernando Nascimento tem um Focus 2.0 modelo 2007. Pagou R$ 50 mil e está surpreso com o que ouviu de um vendedor da concessionária na hora de trocar de carro. Ofereceram R$ 28 mil no meu carro, diz, revoltado.

Como muitos outros, Fernando desistiu da troca. Passará 2009 com o seu carro, que pela tabela da FIPE vale R$ 40 mil. Ele lembra que é prejuízo vender agora.

Dirigentes do setor lembram que a situação começa a entrar na normalidade com as bolsas de valores e o dólar dando sinais de que ficará fixo num patamar aceitável. A venda de carros novos começa a atingir níveis de tempo de normalidade e os financiamentos começam a ser aprovados em maior número. Isto significa que não é preciso se desesperar.

Fonte: AutoInforme


Matérias Relacionadas:


Ford Fusion 2015 chega com novidades
Ford lança linha Fusion 2015 com algumas novidades, confira.

Lancer Evolution X 2015 agora tem motor de 340 cv
Mitsubishi Motors apimenta ainda mais o esportivo Lancer Evolution X.

Porsche Cayenne Turbo chega por R$ 659 mil
Novo Cayenne 2015 à venda no Brasil na versão Turbo.

Fiat lança série especial Punto SP por R$ 49.990
A Fiat lança nova série especial do Punto pelo preço de R$ 49.990. Confira mais detalhes.

Novo SUV JAC T6 tem preço inicial definido em R$ 69.990
A nova aposta da JAC Motors, o SUV T6 chega com preço definido.

Peugeot 2008 será vendido no Brasil em 2015
A Peugeot confirma vendas e produção do SUV compacto 2008 no Brasil.

Trailblazer 2015 em novembro a partir de R$ 147.790
A nova linha 2015 da Chevrolet Trailblazer recebeu melhorias, confira.



MotorClube
no Google+

Faça seu comentário ou opinião:





  • Denilson soares

    Opinião do dia 10/7/2012 11:58:00 - A muitos anos,sempre que vou vender meu carro,so procuro particular e tenho comprado de particular seminovo àvista.A desvalorizaçao do corolla que to vendendo é de 22 mil em menos de dois anos.

  • Akuma

    Opinião do dia 30/10/2010 11:19:00 - Temos que rever alguns conceitos,primeiro o valor é algo totalmente conceitual,ficar se fixando numa tabela maluca que deixa carros por anos a fio sem a menor desvalorização é enganar a si mesmo achando que seu veiculo vale aquilo. Seu carro vai valer o quanto alguem se dispoem a pagar e não o quanto alguem pagou no ano anterior como na tabela maluca,assim se você vai na loja sempre vão te oferecer menos do que o mercado vai pagar pq ele precisam de lucro pra pagar os funcionarios,locação impostos e ainda dar lucro pro dono,e tudo isso é você que vai pagar como prejuizo na venda do carro,mas calma ai isso não é nenhum roubo,você quer liquidez imediata então esse é o preço que você vai pagar,agora se botar pra vender pra particular vai ter de abaixar o preço da tabela maluca até o patamar que alguem compre e vai perder tempo negando a desvalorização do carro e no fim poderá vender a um preço menor que o oferecido pela loja. Se alguém realmente oferecer um valor 2,3 mil abaixo da tabela e for levar o carro venda,é melhor vender pra particular rapido pq a especulação do usado valoriza os novos e isso piora pra você mais pra frente. Mas é aquela coisa você aceita um valor menor,mas é pra levar se a pessoa quiser ou você deixar ela especular ela acaba tentando abaixar mais e o negocio não sai. Ficar anos tentando vender um bem sem abaixar o preço é coisa de brasileiro que não entende como o capitalismo funciona,pq no fim você acabará pagando mais caro pela sua especulação.

  • Karlo

    Opinião do dia 18/5/2010 08:15:00 - Na tabela Fipe meu Xsara Picasso 2005 vale R$ 28.000. Na troca por um novo a concessionária o avaliou em R$ 21,500. O problema é que eles querem ganhar nas duas pontas, isto é, na venda do novo e na compra do usado.

  • araujo

    Opinião do dia 2/4/2010 04:37:00 - fique indignado com um vendedor de automovel aqui na nossa cidade, quase vou as vias de fatos, imagine que, há um ano e meio, comprei o corsa sedan a este rapaz(me recuso de chama-lo cidadão)98/99 completo, na epoca por 17,500, image que, resolve troca-lo,agora.há uma semana atras, e procure-o sabe quanto este besta resoveu avaliar este veiculo que foi dele.10,000, dá ou não pra ficar com raiva.não vendo ele vai para o inferno e não leva o que é meu.

  • Alexandre Lima

    Opinião do dia 1/2/2010 01:41:00 - É por isso que vou ficar com meu Focus 2.0 2008 até quando não der mais. Quando tiver dinheiro na mão compro um semi-novo diretamente de um particular. Carro zero nunca mais, muito menos dar o meu na troca para essas concessionárias! Aprendi!

  • RODRIGO

    Opinião do dia 20/12/2009 08:35:00 - Eu tenho um C3 e fui na concessionaria para trocar por um City, me ofereceram 17.000 no meu carro, só que ele vale R$ 35.000 parece até piada essas coisas.

  • serginho

    Opinião do dia 4/12/2009 04:34:00 - esse pessoal de loja de usados nao estao usando a cabeça,estao vendo que as vendas estao fracas e ainda insistem em ficar desvalorisando os nossos carros,se um lojista quizer vender todo o seu estoque e quizer ganhar dinheiro é facil, volte a pagar 2000 abaixo da tabela que pra gente é aceitavel na troca por um outro de maior ou até mesmo de menor valor que eu tenho certeza que as coisas voltao a girar como antes,perde todos nos ja perdemos com a queda na tabela de usados potanto senhores lojistas ganhe um pouquinho hoke um pouquinho amanha que no final do mes esse pouquinho se transformara em muito, obrigado.

  • Stifler

    Opinião do dia 25/11/2009 06:16:00 - Carro não é investimento e sim bem de consumo, por isso use sem dó. Conserte fique bastante tempo, no final das contas vão pagar pouco mesmo. Imagine se todos ficassem com os carros por cinco anos no minimo que legal seria para as montadoras. Por isso boicote e faça negocio de particular para particular.

  • Luciano

    Opinião do dia 22/9/2009 11:39:00 - Nossa o cara deu uma Meriva 03 por 18 mil!

  • José Carlos dos Santos

    Opinião do dia 20/9/2009 02:38:00 - Carro sempre foi bem de consumo, assim como uma TV ou uma geladeira. Carro não e investimento como muita gente pensa. Se você comprar uma TV nova e levar para casa e no mesmo dia tentar vender ninguém vai lhe pagar nem 70 % do preço da mesma TV vendida nas lojas. Com o carro aconteçe a mesma coisa. O que as pessoas deveriam fazer é parar com esta idéia de que tem de comprar carro zero pelo preço que o fabricante quer, pois é moda e também chic ter carro zero. E depois vão ficar com o prejuízo já que o valor do carro usado e definido pelo mercado e não mais pelo fabricante. Se o valor pago pela concessionária no usado é muito barato tente vender fora para particulares para ver se consegue achar o preço que você pensa que vale. Tenho um Gol Gl 92 em ótimo estado e completo (- ar) que me acompanha a mais de 15 anos e me leva a qualquer lugar que um carro que acabou de sair da loja. Tem seguro total barato e nem mesmo paga IPVA.

  • Eduardo

    Opinião do dia 14/9/2009 10:11:00 - Não adianta, deixe essa ilusão de carro novo para quem pode pagar por isso. Afinal com essa neurose de comprar um carro e ficar com o mesmo por pouco tempo para depois renegocia-lo e não perder dinheiro com desvalorização é o mesmo que alugar um carro para o resto da vida! Sempre irá existir uma parcela do carro para pagar ... Quem pode compra a vista e não se preocupa com desvalorização e quem não pode, compra o que for mais economicamente melhor e fica até apodrecer com o mesmo .... todo carro bem cuidado vai longe!

  • Márcio

    Opinião do dia 4/9/2009 07:23:00 - Com certesa a venda do veiculo novo é para quem compra no dinheiro,as concessionarias não pagam nada para o usado e quem ganha é a concessionaria, as revendas de usados sempre pagam mais, claro que nunca o valor da FIPE, pq alem de uma revisão do usado tem a garantia pós vendas os 3meses, e se não tivesse loja de usados, as concessionarias avaliariam seus veiculos la no (GARÃO), Quem mantem o preço do usado é certamente as lojas que o vendem os veiculos usados. Agora VC que sabe se quer comprar dando sua troca na concessionaria ou uma loja de usados pagando mais.

  • JOAO SÉRGIO NASCIMENTO

    Opinião do dia 30/8/2009 03:52:00 - HÁ 04 MESES, COMPREI UM SPACEFOX 2009 - ZERO KM - POR 44 MIL, E QUE JÁ ESTÁ COM 6.000KM. DEI UMA MERIVA 03/03 - CONSERVADISSIMA - POR 18 MIL, ACRESCENTEI MAIS 12 MIL, PERFAZENDO 30 MIL E FINANCIEI 14 MIL EM 24 MESES, PAGANDO 823 REAIS POR MÊS. NÃO GOSTEI DO CARRO, QUERO TROCAR POR OUTRO MAS NÃO CONSIGO PREÇO DECENTE, MINIMAMENTE HONESTO POR PARTE DAS CONCESSIONÁRIAS. QUAL A SUGESTÃO DOS SENHORES, NO PRESENTE CASO? QUE FAÇO? PENSO QUE VOU SER OBRIGADO A FICAR COM ESTE CARRINHO "FAJUTO" QUE É A SPACEFOX, MAS QUE FOI DECANTADO EM PROSA E VERSO PELA WOLKSWAGEN. OH, CARRINHO RUIM...POR 44 MIL OU UM POUCO MAIS COMPRARIA CARROS MUITO MELHORES, COMO A DA NISSAN, PENSO EU, QUE POR AQUI ANUNCIARAM POR 42 MIL. ESOERO QUE AS REVENDEDORAS TOMEM JUIZO E VOLTEM AO NORMAL PARA CONTINUAR NO RAMO DE USADOS OU RECEBE-LOS PARA VENDER OS NOVOS. JOÃO SÉRGIO

  • paulo A EMIG

    Opinião do dia 29/8/2009 07:15:00 - QUERO COMPRAR UM CARRO USADO ANO 95 A 99

  • Roberto Figueiredo

    Opinião do dia 9/7/2009 08:40:00 - Eu vou esperar para vender o meu usado. Quando acabar a reducao de ipi dos novos o preço dos usados deve melhorar muito.

  • Santiago

    Opinião do dia 4/2/2009 10:48:00 - Sabemos que quando entramos numa revendedora nossos veículos já são vistos com maus olhos, pois sem ao menos ver o veículo ele já esta valendo 10 a 15% abaixo da tabela, mas como se a tabela é pra referência total, tanto da revendedora quanto nossa, o problema maior é que agora as lojas estão "loucas", pois estão oferecendo serca de 25% abaixo da tabela e depois revendem pelo preço normal, é realmente um absurdo. O que podemos fazer é esperar um pouco, pois o mercado não vai conseguir se sustentar por muito tempo, todos precisam ceder.

  • Anderson Rezende

    Opinião do dia 3/2/2009 08:33:00 - Isso sempre existiu. É que agora a coisa tá pior ainda. O certo mesmo é só comprar com dinheiro na mão. Como isso tá difícil, o negócio é esperar mesmo. Levei meu celta para avaliar, ele é 2003/03 super 2p. Me ofereceram no máximo 12 mil reais. O vendedor falou que era assim por causa do mercado. Aí me levou pra ver um outro carro igual só que 2003/04 e azul. Pediam R$18.900,00. Isso aconteceu na Savol em Santo André. Ou seja o meu vale R$12 mil ou menos e o deles vale R$18.900,00. Brincadeira!!!! Não ponho meus pés lá mais...

  • antonio salvador

    Opinião do dia 3/2/2009 07:03:00 - Quando o consumidor tomar pé de que o mercado não gira sem ele, um pouco da ganância do mercado de veiculos, vai entrar nos eixos. Como pode, um veiculo em perfeitas condeções de uso, com apenas 8 meses de rodado, ser desvalorizado em quase 60%? pode? Pois é: comprei um gol pawer 1.6 completo por 35.000.00/ oito meses depois, fui trocar de carro, simplesmente me ofereceram 20.000. Voltei revoltado da loja, porque lá mesmo, ví um outro gol do mesmo ano em piores condições, sendo vendido por 30.000 e ainda com os pneus por trocar. Isto é uma imoralidade. Resolvo não comprar carro novo tão cedo. Até eles, e o mercado tomarem vergonha. abraços

  • paschoal

    Opinião do dia 3/2/2009 06:53:00 - realmente a coisa esta um absurdo. gosto muito da linha peugeot, popis tenho um 406 sedan, muito bom carro. queria troca pelo 607 que de 6 cilindros e top de linha ano 2001. pasme, so o ipva deste carro 2001 e de 2.500,00. os loucos estao vendendo este carro a 45.000,00 e chegando a 55.000,00, infelismente tenho que dizer que eles casaram com este carro, ou ainda nao cairam na realidade. as lojas nao querem ganhar 1.000,00 por carro e sim 5.000,00 a10.000,00 por carro. conheço este tipo de carro que esta a meses a venda. ou os lojista caiem na real ou muitos vao fechar as portas.

  • wilson Guimarães

    Opinião do dia 3/2/2009 03:59:00 - Para resumir : os oportunistas estão de Plantão calma minha gente agora é nossa vez , simplesmente não compre , o mercado se regulará por si mesmo. Wilson Guimarães

  • Carlos

    Opinião do dia 28/1/2009 05:31:00 - Mas é assim e sempre foi. Carro só tem valor zero, na loja. Compre um, dê uma volta no quarteirão e volte pra vender: perdeu 20% do valor dele. O lojista compra pra revender. Tem um diferencial grande: O lojista tem que dar garantia de procedência, motor, câmbio, diferencial, etc. O usuário normal vende o carro e se depois der errado, fica por isso mesmo. O lojista ao vender e der errado, o comprador vai atrás, pois o mesmo é estabelecido, a lei (código do consumidor) protege o usuário, etc. RESUMINDO: ou vende para particular, que se consegue valor maior ou troca entre particulares, para veículos mais caros e/ou mais novos.

  • Vicente de Paula Cerqueira

    Opinião do dia 26/1/2009 10:55:00 - Tenho um picasso 2001, Exclusive, top de linha, completo de fábrica, sujeito a toda e qualquer prova. As dificuldades encontradas para venda, levaram-me a abaixar o preço para R$ 23.500,00, vejam o absurdo. 0s revendedores de carros usados querem ganhar verdadeiras fortunas, adquirindo seu carro por valores muito aquém da realidade e cobrando preços até acima do mercado na hora da venda; Assim, vou continuando com o meu, até o mercado se reorganizar.

  • Daniel

    Opinião do dia 26/1/2009 08:09:00 - Não concordo quando a matéria põe a culpa da disparidade, na hora da venda e da compra do usado, na crise mundial. Pelo menos aqui em Brasília a questão da desvalorização do usado (preço bem abaixo da tabela) na hora de avaliá-lo como entrada em um outro veículo, seja novo ou seminovo, já era praticada muito antes de se falar em crise. Tive essa experiência ao tentar trocar meu carro, que é 2001, por outro semi-novo, o valor que me deram por ele foi de no máximo R$ 14.500 quando o preço na tabela estava em R$ 18 mil. Absurdo.

  • cesare bellantuono

    Opinião do dia 24/1/2009 12:41:00 - Infelizmente so meia duzia de brasileiros, vão adiar a troca. E os lojistas vão continuar levando a melhor. O que falta para os brasileiros e um pouco de união,porque se a maioria não trocar de carro por um periodo de 3 a 4 meses, os lojistas ou quebram, ou vendem pelo preço justo da desvalorização. Isso chama-se a lei da oferta e da procura, uma das leis básicas da economia. Portanto cuidem bem dos seus carros, e aguardem com paciência. Depois da tempestade sempre vem a bonanza.

  • José Carlos Martins

    Opinião do dia 24/1/2009 09:59:00 - Mercado de carro usado. É mesmo muito estranho, tenho uma colega que precisou vender o seu carro. Na tabela Fipe estava cotado por R$ 39000,00 e vendeu para uma agência por R$ 29000,00 devido a necessidade de um outro negócio, mas realmente é muito triste, na verdade estas revendas é quem sempre sai lucrando, e nós pobre mortais levando.... Atte, JC

  • MARCELO PAMPANELLI

    Opinião do dia 24/1/2009 08:14:00 - É. A SITUAÇÃO ESTÁ MEIO COMPLICADA COM ESSA CRISE. PARA O USUÁRIO TUDO COMEÇA COM A DESVALORIZAÇÃO DO CARRO USADO QUE É A ALAVANCA PARA SE ADQUIRIR OUTRO CARRO, SE ELE SE DESVALORIZOU MUITO, A DIFERENÇA PARA UM MODELO ZERO KM OU PARA UM MODELO MAIS NOVO FICA IMPRATICÁVEL. SENDO ASSIM O MELHOR MESMO É AGUARDAR MAIS UM POUCO PARA VER COMO VAI FICAR ESSE CENÁRIO.