Suspensão rebaixada: nova lei permite altura mínima
publicado em 15/07/2014

O Contran - Conselho Nacional de Trânsito - regularizou o rebaixamento de suspensão no Brasil.

Suspensões fixas rebaixadas ou com regulagem de altura, antes eram proibidas, agora são permitidas no Brasil. O Contran regularizou a questão com a nova Resolução 479 que especifica quais as mudanças que podem ser feitas na suspensão dos veículos.


Design de carrão (foto 1)
800x600  1024x768  1280x1024
Design de carrão na curva
800x600  1024x768  1280x1024


Carros de passeio poderão ter suspensão tanto com sistemas fixos ou reguláveis desde que a altura mínima da parte mais baixa do veículo em relação ao solo não seja inferior a 10 centímetros.

A resolução continua exigindo que a conjunto rodas e pneus não toquem em nenhuma parte do veículo, inclusive durante o esterçamento máximo do volante, e que não sejam alteradas as características originais das molas da suspensão.

Sobre os caminhões a nova resolução diz que a inclinação máxima da longarina é de 2 graus e que a alteração na suspensão dianteira é proibida, exceto para instalação do sistema de tração e para incluir ou excluir eixo auxiliar, direcional ou auto direcional.

Qualquer veículo com suspensão modificada deve ter o registro de sua altura livre do solo no campo de observação do Certificado de Registro de Veículo- CRV e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo- CRLV.

Suspensão Rebaixada

Altura mínima da parte mais baixa em relação ao solo deve ter 10 cm


Compartilhe esta notícia: