Peças e acessórios automotivos: selo do Inmetro até 2014
publicado em 15/05/2012

O Governo Federal através portaria de nº 301 do Diário Oficial estabeleceu normas de segurança para a fabricação de peças e acessórios automotivos. Esses componentes deverão receber o selo de certificação do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

Prazos
Até janeiro de 2013 todos os fabricantes e importadores terão que se adequar às novas normas e o comércio vai ter até julho de 2014 para organizar o seu estoque com os produtos que sejam certificados pelo Inmetro.



Produtos falsificados
O objetivo da lei é controlar a qualidade dos produtos e inibir a comercialização de itens falsificados. O motorista que os adquire está correndo riscos.

Os contemplados
São sete itens contemplados pela portaria: amortecedores da suspensão, bombas elétricas de combustível para motores do ciclo otto, buzinas ou equipamentos similares utilizados em veículos rodoviários automotores, pistões de liga leve de alumínio, pinos e anéis de trava (retenção), aneis de pistão, bronzinas, e lâmpadas para veículos automotivos, destinados ao mercado de reposição.

Outros produtos como vidros de segurança de para-brisas (temperado e laminado), pneus e rodas automotivas já estão regulamentados.

O comportamento do consumidor
O comportamento do consumidor ao exigir um produto certificado será o principal aliado da nova lei que faz parte do Programa de Certificação Compulsória de Componentes Automotivos do Inmetro. O programa foi elaborado com base nas normas americanas e européias de certificação de autopeças.

Compartilhe esta notícia: