Novo tipo de asfalto feito com PET e outras soluções
publicado em 10/09/2015

Uma empresa da holanda e a prefeitura Vancouver tem algo em comum: utilização de plástico reciclado na fabricação de asfalto para pavimentação de ruas e estradas.


Projeto de asfalto ecológico em Vancouver
Resíduos plásticos retirados de garrafas PET ou de sacolas agora são utilizados em Vancouver, Canadá, para a composição do asfalto de ruas e avenidas. A cidade é a primeira no mundo a utilizar plástico reciclado misturado com asfalto na pavimentação.

Asfalto ecológico

Peter Judd, gerente geral de serviços de engenharia de Vancouver, afirma que o uso do plástico diminui a liberação de gases tóxicos durante o asfaltamento, cerca de 300 toneladas. Comparado a pavimentação convencional, o asfalto ecológico não precisa de altas temperaturas para ser aplicado nas vias públicas. Assim, o combustível que seria utilizado para esquentar o pavimento é economizado em 20%.

Entretanto, o asfalto ecológico é 3% mais caro do que a pavimentação convencional, mas o custo pode diminuir se a procura por esse tipo de pavimentação aumentar.

Pavimentação na Holanda com PET
A empresa holandesa KWS Infra criou um novo conceito de estrada e o batizou de “PlasticRoad”. A empresa diz que esse novo tipo de estrada dura três vezes mais que uma estrada de asfalto tradicional, pode se adaptar a temperaturas que variam de -40ºC a 80ºC, seu tempo de construção é menor e sua manutenção é mais fácil e rápida.

Asfalto ecológico

De acordo com a KWS Infra, a estrutura do pavimento tem uma superfície sólida na parte superior e oca na parte inferior, para a passagem de tubos e fios que serão responsáveis pela drenagem, contribuindo para a diminuição do impacto no solo.

Iniciativas no Brasil
Desde 1999, existe uma resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) que regula o uso preferencial de borracha no asfalto para a pavimentação e recuperação de rodovias brasileiras, mas a ausência de incentivos fiscais e o alto custo da tecnologia empregada dificultou a prática.

Em 2014, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) aprovou o Projeto de Lei (PL 132/11) do deputado Weliton Prado (PT-MG) que determina o uso preferencial de asfalto-borracha produzido com borracha de pneus usados na pavimentação ou recuperação das ruas.

Asfalto ecológico
Compartilhe esta notícia: