Manutenção: evite problemas com o escapamento!
publicado em 10/04/2008


É muito importante manter o sistema de escapamento de seu veículo sempre perfeitamente revisado, não apenas para diminuir a poluição sonora e do ar causada pelos ruídos e gases emitidos por um escapamento mal conservado, mas também para melhorar o conforto e a segurança de quem está no veículo. A revisão deve ser feita de seis em seis meses.

Veja abaixo alguns dos sintomas que costumam ocorrer com escapamentos e suas soluções mais comuns:

1) Excesso de ruído:
as causas prováveis são o miolo do silencioso ou abafador solto ou corroído pela ferrugem, ou ainda o esvaziamento da lã de vidro do miolo do silencioso. A solução é substituir por uma peça nova.


2) Vazamento de gases: as causas prováveis estão relacionadas a falta de aperto em alguma braçadeira ou rompimento de alguma junta ou encaixe. A solução é dar o aperto necessário nas braçadeiras, fixar suportes e coxins sem forçar o conjunto, usar corretamente o vedador em todas as flanges e juntas. Eventualmente será necessário substituir por uma peça nova.


 

3) Quebra de parte do sistema de escape: as prováveis causas são braçadeira, suporte ou coxim quebrados, conjunto torcido, corrosão por ferrugem ou danos por acidente. A solução é revisar o sistema e substituir as partes danificadas por novas.


 

4) Vibrações na carroceria: as causas prováveis estão relacionadas a suporte quebrado ou trincado, ou conjunto muito próximo do assoalho do veículo. A solução está em verificar todos os suportes, coxins e braçadeiras, manter o conjunto na distância adequada do fundo do veículo e não usar solda nas partes trincadas.


 

5) Quebra do tubo coletor: a causa provável é a fixação irregular do coletor e excesso de vibração. A solução é reapertar os parafusos para que não provoquem vibrações. Eventualmente será necessário substituí-los por novos.
 

 


 

6) Quebra de suportes, braçadeiras e coxins: a causa mais provável é o tempo de uso ou a instalação forçada. A solução é trocar os itens por novos, evitando instalar com torção.
 

 


 

7) Estouros: a causa está relacionada provavelmente a furos no sistema de escapamento. A solução é substituir a peça furada por uma nova.
 


 

8) Aquecimento do assoalho do carro: a causa provável é que alguma parte do sistema de escapamento esteja trincada ou que o conjunto esteja muito próximo do assoalho. Para solucionar é preciso verificar se o sistema não está trincado e manter o conjunto a uma distância adequada do fundo do carro.

 

fonte: Wiest Escapamentos

Compartilhe esta notícia: