Como evitar o roubo do estepe de carros?
publicado em 08/08/2011

Você tem o hábito de checar o estepe do seu carro? É provável que não. Poucos motoristas se preocupam com isso, porque nunca passaram pela experiência de ter o estepe roubado.

Furto de estepe
O roubo de estepe já virou moda o Brasil. Os ladrões que roubam acessórios, além de rodas e CD Players, já descobriram que roubar estepe é um "bom" negócio. Afinal, o bom valor de mercado e a facilidade de retirada da peça é um atrativo e tanto. Muitas vezes o carro é arrombado, somente por causa do estepe.



Pergunta
Diante disso, muitos perguntam: qual o lugar mais seguro para o estepe do veículo?

Resposta
Não existe um lugar específico que proteja o estepe de ser roubado, mas existem lugares que dificultam ou facilitam o roubo. Independente disso, é necessário que o proprietário tome medidas extras de proteção e não confie somente nos parafusos do fabricante. Vejamos alguns exemplos.

O Ford Ka, desde que surgiu, carrega o estepe em um suporte abaixo e externo ao porta-malas. Embora aumente o espaço para bagagem, o local atrapalha o motorista que não quer sujar a roupa na hora de retirar o estepe, enquanto que para o ladrão que não está preocupado com a sujeira, o fato do estepe já estar do lado de fora do veículo facilita 50% do seu “trabalho” porque o carro não precisa ser arrombado.

As versões antigas do Uno armazenavam o estepe em um suporte dentro do capô. Depois a Fiat modificou o projeto e colocou dentro do porta-malas, assim como na maioria dos fabricantes nacionais. Nos dois casos o ladrão teria que primeiro arrombar os veículos para alcançar o estepe, mais risco para ele, entretando mais prejuízo para o proprietário que vai ter que pagar o conserto do estrago do arrombamento.

O estepe de alguns modelos mais aventureiros é colocado na tampa do porta-malas que podem vir de fábrica com um sistema de trava que, infelizmente, também não impede roubos.

Assim como o Ford Ka, outros modelos guardam o estepe num suporte debaixo do assoalho do porta-malas, como os da marca Peugeot e Renault. E por fim, picapes como a Fiat Strada, carregam o estepe atrás da cabine, em um suporte na caçamba.

Estepe do CrossFox


Evitando o indesejado
Cerca de 60% dos motoristas, desconhece o mercado negro de roubo de estepes. Mas boa parte dos que sabem tomam medidas que previnem o roubo.

Uma delas é amarrar o estepe com cabos de aço envolvendo o pneu. Pode ser uma boa idéia, mas não tão infalível. Embora seja preciso livrar-se do cabo de aço para tirar o pneu, um ladrão experiente saberia como cortar o empecilho.

Outro sistema interessante que surgiu no mercado é o Step Safe. O equipamento funciona semelhante a um alarme. Dois fios envolvem o estepe ou são internamente ligados a rosca. Se alguém tentar tirar o estepe sem desligar o sistema por dentro do carro, a sirene do equipamento soa como um alarme desesperado. Não adianta cortar os fios que o som continua. O sistema funciona mais como um alarme, não impede a retirada do estepe, se estiver desprotegido, mas assusta o ladrão que pode desistir da ação.

Trancas anti-furtos de estepes também são utilizadas, mas algumas que são oferecidas como acessórios nas concessionárias já são facilmente arrombadas por ladrões.



A melhor solução
A maneira mais simples e confiável de proteger o estepe é também utilizar parafusos especiais do kit anti-furto para rodas que protege o parafuso de fixação da roda. Além de proteger as rodas, o kit também pode ser usado para prender o estepe. Ele é composto de parafusos especiais que têm uma chave segredo específica.

Existem muitas combinações (segredos) por que as geometrias nas cabeças do parafuso são criadas em computador, o que permite gerar um número infinito de combinações, promovendo ótima segurança. Evite perder a chave segredo, mas caso perca, há fabricantes que repõe a peça a um certo custo, basta apresentar um código de segurança que vem junto com o kit.

Kit parafusos anti-furtos de rodas

Kit Parafusos Rodas Cromados Anti-furto (da Fiat)

Por Jefter Marcos
Compartilhe esta notícia: