Brasil terá novo sistema de placas do Mercosul
publicado em 08/12/2014

Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela terão o mesmo sistema de emplacamento de veículos a partir de 2016.

A nova placa que terá um novo padrão visual é semelhante à adotada na União Européia. Vai conter muitos elementos, alguns deles:


- fundo branco;
- faixa azul superior horizontal;
- uma combinação alfanumérica de sete caracteres, nesta ordem: duas letras, três números, das letras;
- emblema do Mercosul;
- a bandeira do Brasil;
- marcas dágua com o emblema do Mercosul;
- faixa holográfica (DOV) com diversos itens de identificação e de efeito de segurança;
- Código bidimensional (2D) gravado a laser contendo o nº do fabricante, a data e nº de série da placa
- a bandeira da Unidade da Federação
- o Brasão Municipal
- o nome do Município

Placas do Mercosul

Placa de veículos (Fonte: Resolução nº 510 do CONTRAN)

Mas a adoção desse sistema no Brasil será progressivo e somente para veículos novos. Primeiro, somente caminhões e ônibus novos registrados a partir de 1º de janeiro de 2016 receberão a nova placa. A partir de 2018 será a vez de carros, motos e outras categorias de veículos.

Quem já tem seu veículo emplacado não vai precisar mudar a placa e os valores cobrados para o emplacamento de veículos novos neste novo sistema não deve ser alterado.

Para o Denatran, a padronização de identificação de veículos do Mercosul tem como objetivo facilitar a informação entre os países e oferecer maior segurança no combate a roubos, clonagem e controle de infrações. O sistema também vai possibilitar um maior número de combinações de números e letras.

Placas do Mercosul

Placa de motocicleta, motoneta e ciclomotor (Fonte: Resolução nº 510 do CONTRAN)
Compartilhe esta notícia: