Matérias sobre Direção Segura - Na Estrada
border
Batida de carro

border

Acidente de carro? Saiba o que fazer e não fazer! PARTE 1 
publicado em 21/11/2008

Você já se deparou com um acidente de trânsito, quis ajudar, mas não sabia o que fazer? O Código de Trânsito Brasileiro trouxe a exigência de cursos teórico-técnicos para a primeira habilitação e para quem vai renovar a carteira de motorista, entre os cursos, está o de primeiros socorros.

A importância do conhecimento prévio
Conhecendo as medidas de primeiros socorros você pode impedir que um acidente tenha maiores conseqüências e diminuir os danos causados nas vítimas. As pessoas que estão mais próximas do local devem tomar alguns cuidados e procedimentos básicos antes da chegada do resgate profissional:

Procedimentos Gerais
Tenha uma atitude de solidariedade, e pense friamente sobre o que fazer e o não fazer nas situações de acidente.
Primeiras providências: uma rápida avaliação da vítima; aliviar as condições que ameacem a vida ou que possam agravar o quadro da vítima, com a utilização de técnicas simples; acionar corretamente um serviço de emergência local.

Seqüência das Ações de Socorro
1 - Manter a calma:
num acidente de trânsito, tudo colabora para que nossas reações sejam impensadas, inclusive se estivermos envolvidos na situação. Por isso, controlar o nervosismo ou mesmo a raiva pode evitar o agravo da situação: respire profundamente; veja se você ou alguém sofreu ferimentos; avalie a gravidade geral do acidente; conforte os ocupantes do veículo.

2 - Se alguém já tomou a iniciativa e está à frente das ações: ofereça-se para ajudar; se ninguém ainda tomou a frente, verifique se entre as pessoas presentes há algum médico, bombeiro, policial ou qualquer profissional acostumado a lidar com emergência.
 
3 - Se não houver ninguém capacitado: assuma o controle e comece as ações, com calma; identifique os riscos para definir as ações; mostre decisão e firmeza nas suas ações; peça a ajuda a outras pessoas que estiverem próximas distribuindo tarefas; forme equipe, se necessário, para executar as tarefas; não perca tempo discutindo; passe atividades simples e mais longe do acidente para as pessoas mais contestadoras; trabalhe muito, não fique só dando ordens; motive todos agradecendo cada ação feita.

4 - Se ninguém assumir a liderança: isso pode acontecer, mas numa emergência, é preciso alguém que tenha coragem e forme uma equipe. Seja você esta pessoa. Isso pode definir a vida ou a morte das vítimas.

Como acionar o Socorro
Quanto mais rápido, melhor para as vítimas do acidente.  Em grande parte do Brasil pode-se contar com serviços de atendimento às emergências. São serviços gratuitos que tem, na maioria das vezes, número de telefone padronizado em todo país: Resgate do Corpo de Bombeiros – ligue 193;  SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) – ligue 192; Polícia Militar – ligue 190 (só deve ser acionado quando ocorrer uma emergência em locais sem serviços de socorro).

- Rodovias: cada rodovia deve divulgar o número de telefone a ser chamado em caso de emergência (Polícia Rodoviária Federal, Estadual, ou número da concessionária que geralmente iniciam com 0800). Algumas rodovias dispõem de telefones de emergência nos acostamentos, é só retirar o fone do gancho e aguardar o atendimento.

Mantenha sempre atualizado no seu celular todos os números de emergência disponíveis dos locais por onde você trafega, na hora da emergência a memória pode falhar.

Auxilie o Socorro
Ao chamar o socorro por telefone, informe: o tipo de acidente (carro, moto, caminhão...); gravidade aparente; nome da rua e número próximo; nº de vítimas; pessoas presas nas ferragens; vazamento de combustível ou produtos químicos.
 

- Sinalize o local do acidente: a sinalização deve começar antes do local do acidente ser visível e nos dois sentidos (ida e volta) de maneira que seja mantida uma via segura para os veículos passarem, mantendo o tráfego fluindo. Se o trânsito parar, as viaturas de socorro vão demorar a chegar.

- Material para a sinalização: triângulo de segurança, cavaletes, galhos. Lanternas, pisca-alertas e faróis de outros carros durante a noite ou neblina.

- Distância do acidente para o início da sinalização (em nº de passos longos): vias locais – 40; avenidas – 60; vias de fluxo rápido – 80; rodovias – 100. Pista com chuva, neblina, fumaça, à noite, dobra-se o número de passos. Se encontrar curvas ou elevações durante a contagem, caminhe até o final da curva ou elevação e comece a contar a partir do zero.

 

Leia também:
Acidente de carro? Saiba o que fazer e não fazer! PARTE 2

Fonte: Denatran
Texto: Equipe MotorClube


Matérias Relacionadas:


Bati o carro! o que devo fazer?
A primeira e mais importante providência é manter a calma. Conheça dicas importantes para enfrentar este aborrecimento.

SMS e direção: uma mistura que não combina!
A revista Car & Driver realizou um teste que comprova que enviar mensagens de texto (SMS) é mais perigoso que dirigir bêbado.

Acidente de carro? Saiba o que fazer e não fazer! PARTE 2
Conheça o mínimo que pode ser feito que poder salvar vidas em situações de emergência, mesmo que você não tenha recebido treinamento.

O que fazer quando acontece acidente com vítima?
Basta uma desatenção no trânsito e teremos um acidente. Na maioria das vezes são pequenas batidas, mas se for mais grave é necessário conhecer algumas regras.

Risco de fratura no rosto é maior para quem viaja atrás!
Segundo levantamento do Hospital das Clínicas de São Paulo, pessoas que viajam no banco de trás correm mais riscos de fraturas no rosto.

Diabéticos correm maior risco de acidentes ao dirigir!
A queda súbita da glicose no sangue do motorista portador de diabetes (hipoglicemia) causa ofuscamento visual e repentina piora na visão de perto.

Caixa-preta revela o que acontece em acidente de carro!
Quando ouvimos falar em "caixa-preta" logo relacionamos aos acidentes de avião. Agora o mundo automotivo também dispõe deste equipamento que será um importante aliado na identificação dos responsáveis pelo acidente de trânsito, seja quais forem os motivos.



MotorClube
no Google+

Faça seu comentário ou opinião:





  • Alice Zerbin

    Opinião do dia 23/4/2010 08:31:00 - Olá! Meu nome é Alice, e faz dois meses que sofri um acidente de de moto.Graças a deus, nada muito grave, estava de moto e um carro ao fazer uma ultrapassagem, me atingiu.Quebrei a perna e sofri alguns arranhões, mas por incrível que pareça, o que mais me incomodou foi o procedimento do resgate.O SAMU e os Bombeiros fizeram ótimo trabalho, mas a área em que sofri o acidente, ficou muito muvucado, cheio de gente, e foi complicado afastar essas pessoas pra me atender. Pra piorar, o povo que tava passando de carro reduzia a velocidade para ver o que estava acontecendo, me senti mal com todos aquelas pessoas me olhando, me deixou mais nervosa ainda! Enquanto me recuperava, me restou a internet, rs, e fui procurar pessoas que tenham passado pela mesma situação que eu, pra trocar ideias. Não achei muitas coisas, mas achei um post em um blog sobre um projeto de lei muito bacana, que acabou virando lei http://www.antoniocarlosrodrigues.blog.br/sinalizacao-especial-para-que-a-curiosidade-nao-atrapalhe-socorro-a-acidente-com-vitimas/ Resolvi divulgá-la pela internet, para que mais pessoas soubessem que isolar uma área de acidente é uma lei, e que deve ser cumprida pelas autoridades.Espero que mais pessoas tenham acesso a esse link para que cada vez menos vitimas de acidentes passem pela experiência desagradável que passei. Um abraço! Alice.

  • Flávio Pires

    Opinião do dia 22/11/2008 11:23:00 - Matérias como essa é que sempre nos alerta de situações que podemos enfrentar no trânsito brasileiro e que nem imagino como agir mesmo que tenhamos um curso basico de primeiros socorros...sempre é importante mantermos informados e lembrando com agir numa situação de acidente. Obrigado.

  • Tiago

    Opinião do dia 21/11/2008 07:25:00 - Muito bom saber essas dicas pra na hora do perigo não estar leigo, devemos tentar ficar calmos e seguros das ações. Ações assim podem salvar muitas vítimas de acidentes de trânsito.

  • Tiago

    Opinião do dia 21/11/2008 07:24:00 - Muito bom saber. Todas essas dicas poderão salvar vidas. Obrigado.