Segurança: 11 dicas para não roubarem seu carro!
publicado em 26/11/2007




Alguns cuidados que são necessários para não ter a infeliz surpresa de ter o seu carro roubado:

 1 - Sempre tenha o hábito de "olhar" ao redor de seu carro, antes de aproximar-se para abrí-lo. Olhe para seu interior antes de entrar; um intruso pode estar atrás dos bancos.

 2 - Evite estacionar em locais ermos e escuros. Procure locais habitados e iluminados. Antes de estacionar, verifique se não há pessoas suspeitas nas proximidades.

 3 - Instale algum dispositivo anti-furto em seu veículo.

 4 - Tenha sempre um sistema de segurança em seu carro. Até uma corrente com cadeado cria mais um obstáculo para o ladrão. »Quando estacionar, feche inteiramente o carro, mesmo que vá deixá-lo por alguns minutos.

 5 - Se o seu carro não funcionar, coloque o triângulo de segurança, tranque o veículo e procure assistência especializada. O seu carro pode ter sido enguiçado deliberadamente. Não aceite oferta de assistência que não pediu.

 6 - Não abra a porta do seu carro para um estranho. Não dê caronas a desconhecidos.

 7 - Não deixe as chaves do seu carro com guardadores. Eles poderão reproduzí-las.

 8 - Retire do carro os seus documentos de identificação.

 9 - Não deixe NUNCA os seus documentos no porta-luvas. Também não deixe a mostra (ou mesmo sob os bancos) embrulhos, pastas, bolsas. Quando tiver que os deixar, coloque-os na mala do carro.

 10 - Viaje com as portas do seu carro trancadas e os vidros fechados ou com abertura mínima para ventilação.

 11 - Se alguém lhe pedir ajuda em local ermo, vá até um telefone e "envie" ajuda. Não pare!

Se, contudo, for surpreendido por um ladrão, coopere, não seja um herói. Ele vem disposto a tudo e leva a vantagem do elemento surpresa. Seus reflexos estão prontos a rebater qualquer reação sua. Procure, entretanto, fixar a imagem do ladrão, seus traços fisionômicos, cor, altura, peso, idade provável, sinais particulares, trajes, para ajudar a polícia a identificá-lo mais tarde.


No caso de roubo do seu veículo:
 1 - Providenciar imediatamente o registro de ocorrência junto a autoridade policial competente.
 2 - Serão necessários os seguintes documentos para receber a indenização:

- Registro policial,
- DUT anterior e o vigente na data do sinistro,
- Autorização de transferência assinada,
- Baixa da placa no DETRAN,
- Nada consta de multa,
- Prontuário do veículo,
- Certidão de não apreensão do veículo,
- Baixa da alienação fiduciária, se houver.

Compartilhe esta notícia: